segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Alguns Beijos de Sol

segunda-feira, 3 de agosto de 2009
E hoje ao meu sonhar de toda madrugada
recordei sonhando o que temia
pois foste num beijo marcado meu lábio
Esfr’ando os raios do dia

O hálito ainda virgem, seco na boca
Intocável memória ainda acesa,
Vigília entre o insano e o certo
certamente prazeroso.

Dos beijos, mais mil
entregues —
dos sonhos, de todos —
beijados
assim como fizera neste manto lácteo,
em todas as eras e vias,
E se há juras d’um Sol sangrento
Acomoda-me ao teu peito
E me jura outro Sol,
Beijando-me os lábios como fizera.

1 Espectros:

[Nh].[St] disse...

escrevo só por distraçao, nda mto poético, nem inspirador, só pensamentos...
gostei desse :)
e vc deveria postar o q escreveu
;)

Postar um comentário

 
◄Design by Pocket Distributed by Deluxe Templates